A nova Yamaha Tricity 155 Scooter o modelo que será vendido na Europa a partir do segundo semestre, a principal novidade é o motor de maior cilindrada, agora com 155 cc, que é capaz de render 15,09 cavalos de potência.

Vantagem das 3 rodas

O diferencial no projeto da Yamaha é que, apesar de ser um triciclo, o Tricity tem comportamento semelhante ao de uma moto, inclinando-se em curvas, em tecnologia semelhante à utilizada por marcas como Piaggio, que tem grande sucesso com o MP3, e a Peugeot, com o Metropolis. Porém, as duas rodas na dianteira prometem mais estabilidade que uma moto comum.

Diferença entre a nova Yamaha Tricity 155 Scooter 125 e a 155




Uma das grandes diferenças, foi a adoção de uma roda maior da traseira, em relação ao Tricity 125, que possui roda de 12 polegadas na traseira.

Enquanto isso, o Tricity 155 utiliza roda de 13 polegadas na traseira. Na dianteira, ambos têm todas de 14 polegadas.

 

Em uma matéria do G1 em 2013 sobre A Piaggio Mp3, uma Scooter também de 3 rodas dão sua opnião sobre ela, que com certeza não será muito diferente da Yamaha Tricity 155 Scooter.

[caption id="attachment_2265" align="aligncenter" width="300"] Piaggio MP3[/caption]

Pontos negativos

em situações de piso muito molhado, o spray gerado pelas duas rodas dianteiras potencializa, em velocidades mais elevadas, o fenômeno da aquaplanagem e a consequente perda da capacidade de tração.

Outro aspecto é o aumento da massa, pois, evidentemente o sistema de suspensão dianteira é mais complexo que o de uma moto convencional.Porém, isso não ofusca a dirigibilidade desses veículos. Três pontos de apoio no solo, associados a uma genial geometria de suspensão e finesse eletrônica abririam um leque de possibilidades de inovação.

Pontos positivos

Não perder a agilidade de uma moto é bom, mas ótimo é ganhar estabilidade. Com dois pneus  bem “plantados” na dianteira, essa estabilidade alcança um nível impensável. A “escorregada” mais temida pelos motociclistas, a da roda dianteira, fica assim anulada quase que por decreto. E, além disso, há o poder de frenagem multiplicado por dois. Parar no semáforo e não precisar colocar o pé no chão é a menor das graças do Piaggio MP3. A maior é, sem dúvida, descobrir que não há praticamente limites na capacidade de frenagem e de aderência nas curvas.

Em piso com boa pavimentação, por maior que seja a inclinação imposta pelo condutor, a derrapagem é algo praticamente impossível. Já em piso ruim ou molhado, o par de pneus dianteiros “avisa” de modo claro quando o limite chega, e o melhor de tudo, sem exigir habilidade extra do condutor para fazer frente à situação crítica. Na maioria dos casos, basta desacelerar para readquirir o controle direcional.

Posts Relacionados


Está matéria tem 4 comentários. Comente você também!

Avaliação

0 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 50 votes, average: 0,00 out of 5 0,00

Loading...